Ilustração: Canva sobre FreeVectors.net

A Finep, empresa pública do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), abriu seleção pública para distribuição de recursos para projetos que envolvam risco tecnológico para o diagnóstico e tratamento de pessoas com Doenças Negligenciadas, Tropicais e transmitidas por Vetores (DNTs) e outras doenças infecciosas afetando populações negligenciadas.

Segundo o edital da Seleção Pública MCTI/Finep 02/2021, o prazo de envio de propostas é 11 de março. As regras da chamada estão disponíveis aqui.

As propostas deverão ser apresentadas em arranjo institucional composto por uma única instituição proponente (fundação de apoio, instituição pública ou privada), que será responsável pelo gerenciamento e execução financeira do projeto e por pelo menos uma instituição executora, que será responsável pela coordenação e execução técnica do projeto.

Segundo a Finep, a chamada tem o objetivo de reduzir a incapacidade causada por essas doenças, contribuir para a melhoria da qualidade de vida das pessoas e seus familiares e melhorar o acesso aos serviços de saúde.

Linhas temáticas contemplam fomento e demandas específicas

Há três linhas temáticas: a que comporta soluções inovadoras para demandas específicas, com total de recursos de R$ 8 milhões; a voltada a complexos industriais da saúde, com R$ 20 milhões; e a para fomentar projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação em diagnóstico e abordagem terapêutica de DNTs, com pouco menos de R$ 22 milhões.

A primeira linha abrange demandas específicas relacionadas às seguintes doenças de interesse: Doença de Chagas (incluindo desenvolvimento de PCR para diagnóstico), leishmaniose, leishmaniose tegumentar, paracoccidioidomicose, tuberculose pediátrica, hanseníase e toxoplasmose congênita.

A segunda abarca projetos de inovação que têm alguma das seguintes enfermidades como subtema: leishmaniose, toxoplasmose, hanseníase, febre maculosa brasileira. Há ainda interesse em projetos para desenvolvimento nacional da formulação do medicamento bussulfano, antineoplásico para pessoas que precisam de transplante de medula óssea.

🔊 Com informações da Finep.
Tags:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.